Papo com quem entende

Veja mais

Brincadeiras para crianças de 0 a 3 anos

Existe o brincar na faixa etária entre o nascer e o colocar-se de pé” ?

7fa925e876256c6d63c4b0d281419b23fe2b38ab

15 de novembro de 2012




Saber oferecer estímulos e brincadeiras certas às crianças, de acordo com a faixa-etária, é fundamental para a formação de seres humanos saudáveis. Hoje a pedagoga Waldorf, Aline Pereira Dato Mendes, vai falar como fazer isso com os pequenos de 0 a 3 anos.

Podemos nos perguntar: “existe o brincar nesta faixa etária, entre o nascer e o colocar-se de pé” ?

A primeira vez que um bebê encontra seus pés e os leva à boca incessantemente é uma ótima oportunidade de vivenciarmos este momento, mas para vivê-lo, precisamos nos tornar observadores atentos porém discretos.

Nesta fase o que o bebê precisa é de um ambiente acolhedor, protegido, caloroso e ao seu lado adultos que compreendam sua essência infantil, que não o olhem como mini-adultos.
A voz humana é um grande presente para ele, quando a mãe entoa canções, o bebê reconhece sua voz, emite sons e sorri. Nesta fase, brincadeiras de colo, pequenas rimas e canções são fundamentais.

Um pequeno verso ou canção pode ser repetido por várias vezes e a criança não se cansa nunca, ao contrário, podemos ouvi-la dizendo" faz de novo" e sorri com a mesma vivacidade da primeira vez. Repetir ritmicamente um mesmo gesto ou brincadeira é saudável e rico para a criança pequena.

A imagem do recém-nascido é de uma grande cabeça, que equivale em média a um quarto do comprimento do corpo. Os bracinhos são curtos e acompanham o processo evolutivo do tronco. As partes proporcionalmente menos desenvolvidas são a bacia e as pernas.

Observando-se atentamente podemos constatar que o amadurecimento corporal acontece de cima para baixo:

- fechar a moleira;
- fixar os olhos;
- firmar a cabeça;
- erguer o tronco;
- rolar;
- rastejar;
- engatinhar;
- colocar-se de pé;
- caminhar.

A criança pequena até os três anos, precisa do ambiente adequado que respeite sua integridade física. Se a criança ainda não é capaz de erguer-se sozinha, não devemos colocá-la de pé utilizando meios artificiais como andadores ou similares.

Todo seu sistema sensório está se desenvolvendo, então ruídos, luzes e movimentos excessivos sobrecarregam sua percepção, levando-os a um desgaste que em nada contribui para seu desenvolvimento. Os brinquedos eletrônicos e o plástico dão á criança uma sensação do que é artificial, " morto" , determinado.

Brinquedos que tenham calor como panos de diversas cores e tamanhos, bonecas de algodão ou lã, bolas de tricô ou retalhos, dão á criança uma sensação agradável e estimulante em sintonia com sua própria corporalidade. Tocos de madeira, pedras, conchas, areia, sementes e água, possibilitam uma infinidade de brincadeiras trazendo à criança o cheiro, a textura, a verdadeira percepção do que é vivo, do que pode ser transformado, criado e recriado infinitamente.


Sugestões de brinquedos


Bolas de tricô, retalhos de tecido ou lã;
bonecas de pano;
bichinhos;
tecidos de diversas cores e tamanhos,
brincadeiras de colo: Cadeirinha de fubá...
fubá, fubá,
cadeiriha de fubá: FUROU!

 

Serra serra serrador
quantas tábuas já serrou,
já serrei 23, um, dois três...


Roque roque roque
vamos a São Roque,
ver a moça bonita que anda de capote,
para ir mais depressa;
vamos a galope...


O  menino foi á feira não sabia o que comprar
comprou uma cadeira pra poder se sentar;
o menino sentou;
a cadeira esborrachou
coitadinho do menino, foi parar no corredor...

imitação de animais;
balanço;
ambiente livre com areia e água;
panelas.


Pequenas cantigas de roda com gestos:

Eu vi um grande tatu (2x)...
que correu, que correu,
num buraco se escondeu...


Toda flor é rei, toda flor é rainha,
ajeite sua coroa, ajeite sua sainha,
ajeite o seu calção;
que hoje é dia de festa e quando a flor está aberta;
mostra o seu coração...


o tatu é um bicho engraçado;
o tatu é o bicho da bola;
toda vez que ele fica assustado,
bem depressa ele vira uma bola...


Pedagoga Waldorf

Facebook

YouTube